2 thoughts on “Pirassununga já recuperou 2.298 pacientes contra 40 ‘óbitos’ atribuídos ao novo coronavírus

  1. Esse “recuperado” é o modo de se dizer q a pessoa sobreviveu ao coronavirus. Isso serve para o mundo todo. Infelizmente é utopia achar q alguém se recupera com medicamentos. Seria mais fácil prevenir do q não ter como remediar.
    Infelizmente, o ser humano não tem noção do perigo e os políticos continuam defendendo a baderna. Até aprenderem a lição, pode ser tarde demais.

  2. mas que eufemismo indecente – “recuperados” – ora, se não há medicamento comprovado o cidadão infectado só pode contar com os cuidados a que tem direito pela saúde pública. Se um indivíduo sobrevive após ter pego o corona vírus ele teve sorte, não foi “recuperado” por ninguém. Deve ser enfatizado que muitos acabam com sequelas ainda pouco conhecidas, crianças podem desenvolver complicações graves e ainda não se sabe exatamente se um indivíduo assintomático pode vir a desenvolver complicações no futuro.

    Dizer que certo número de “recuperados” é maior que o número de mortos contraria a realidade de uma doença que está matando muita gente no mundo inteiro cujas soluções ainda estão engatinhando junto com mutações do vírus e novas ondas de aumento exponencial no número de mortes.

    “recuperados”?! não é honesto usar tal termo, mas uma irresponsabilidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *