SAEP
 
Quarta-feira, 20 de Agosto de 2014

Suposto erro de correspondente bancário poderá levar família a perder imóvel em Pirassununga

 24/09/2013


Com sacrifício e muito suor, o casal Anderson Rodrigo de Lima Felix e Liliane Cristina de Lima Felix, compraram no início do ano de 2011 um terreno na rua Angélico Berreta, jardim Veloso, zona sul de Pirassununga. Com garra, muito suor e lagrimas, mas também com perseverança levantaram uma casa simples, porém, aconchegante, isto tudo para abrigá-los com dignidade juntamente com a filha de poucos anos de vida.

Poucos dias atrás a alegria do casal acabou, no início de uma bela noite, um homem bate ao portão. Ao abri-lo, se viram de frente com um homem bem trajado, terno e gravata, o qual carregava uma pasta.

Identificando-se como um Oficial de Justiça, o mesmo retirou de sua pasta um documento, o qual se tratava de uma Execução Fiscal, no valor de R$ 165,96, devido ao não pagamento da última parcela do Carne de IPTU do ano de 2011, que caso não quitado o imóvel poderá ir para Leilão.

A alegria se transformou numa profunda tristeza, numa noite de choro e de vergonha, pois, no momento em que eram notificados, alguns vizinhos presenciaram o ato. A revolta tomou conta do casal, pois, a última parcela tinha sido paga no correspondente bancário do Bradesco, localizado na Casas Bahia.

No amanhecer do dia seguinte de ter recebido a notificação, a mulher amanheceu na porta da referida Loja com o objetivo de solucionar o problema, como sempre a resposta, nada podemos fazer. Do correspondente bancário do Bradesco (Loja Bahia) a mulher se dirigiu à Prefeitura Municipal de Pirassununga procurando pelo setor competente, quando obteve uma resposta fria, em nossos arquivos consta débito, ou seja, a parcela cobrada pela Execução Fiscal não tinha sido dada pelo banco.

Desde então, a família não mais vive o dia a dia, pouco sai de casa, pois temem pela perda da casa e não sabe dizer a filha, uma linda e sorridente menina, o que esta acontecendo.

Desde então, a dona de casa Liliane não mais vai a uma Loja para comprar algo que precisa, pois, tem medo em receber uma resposta “seu nome esta no SPC/SERASA”.

Agora, a família constituiu um advogado para tentar uma solução honrosa para quem nunca teve o nome envolvido numa Execução Fiscal.

Veja as fotos mostram a frente do imóvel, bem como do documento (Execução Fiscal) e do Carnê totalmente quitado.

Suposto erro de correspondente bancário poderá levar família a perder imóvel em Pirassununga
Suposto erro de correspondente bancário poderá levar família a perder imóvel em Pirassununga
Suposto erro de correspondente bancário poderá levar família a perder imóvel em Pirassununga
Suposto erro de correspondente bancário poderá levar família a perder imóvel em Pirassununga
Suposto erro de correspondente bancário poderá levar família a perder imóvel em Pirassununga
Suposto erro de correspondente bancário poderá levar família a perder imóvel em Pirassununga


Leia mais...

© 2011 - 2014 www.reporternaressi.com.br - Todos os direitos reservados. - Política de Privacidade
Pirassununga/SP